Área do cabeçalho
gov.br

Este sítio foi reprojetado para melhor atendê-lo. Acesse já pelo celular e veja mais essa novidade

Portal da UFC Acesso a informação da UFC Ouvidoria Conteúdo disponível em: Português

Universidade Federal do Ceará
Ações Extensionistas

Área do conteúdo

Programa – Memórias das comunidades impactadas pelos perímetros de irrigação no Ceará

» O que está acontecendo na foto – Reunião com o líder comunitário da Lagoa dos Cavalos – Sr. Dino
» Autor(a) da foto, com nome e último sobrenome.
Mário Martins
» Data (pelo menos mês e ano aproximados) em que a foto foi tirada.
Junho 2017
» Nome completo do(a) Coordenador(a) da ação extensionista.
Mário Martins Viana Júnior

Título da Ação Extensionista: Memórias das comunidades impactadas pelos perímetros de irrigação no Ceará

Código: HI00.2014.PJ0078

Nome Completo do(a) Coordenador(a): Mário Martins Viana Júnior [mariomartins@ufc.br], Depto. História / Centro de Humanidades

Coordenadoria Setorial PREX vinculada à Ação: Coordenadoria de Extensão do Campus do Benfica

Data de Início das Atividades da Ação: 01/03/2014

Modalidade: Programa

Projeto de pesquisa da UFC relacionado: PROJETO NOVO VESTIBULAR

Instituições Parceiras Internacionais: CÁRITAS DIOCESANA DE LIMOEIRO DO NORTE; INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA (IFCE); ASSOCIAÇÃO COMUNITÁRIA PORFÍRIO NOGUEIRA DA COSTA DE LAGOA DOS CAVALOS

Área Temática Principal: Cultura

Linha de Extensão: 37. Patrimônio cultural, histórico, natural e imaterial

Descrição Sintética da Ação:

Seguindo as diretrizes do Estado Mínimo e das políticas neoliberais, governos federal, estadual e municipal alinharam suas políticas no sentido de promover, através de órgãos como o DNOCS, a construção de barragens e perímetros irrigados para o avanço do agronegócio no Estado. O impacto ambiental e humano dessas ações tomaram proporções lastimáveis e incomensuráveis, dentre as quais pontuamos a dissolução das comunidades agrícolas, a desqualificação do(a) pequeno(a) agricultor(a) e a profunda transformação dos modos de vida tradicionais. Nesse sentido, a atividade de extensão proposta busca preservar a memória e valorizar a história local de homens e mulheres trabalhadores(as) rurais que tiveram suas vidas transformadas pelas políticas de modernização da agricultura no Ceará. Para tanto, optamos pelos métodos da História Oral por entendermos que as fontes orais são de fundamental importância para a compreensão das alterações pelas quais passaram as comunidades. Ademais, avançaremos na atualização de bancos de dados sobre as populações campesinas cearenses, além de promovermos a espacialização de suas experiências pretéritas através da construção de “mapas conjecturais”. Realizada a atividade dos dados, a ação seguirá em três sentidos: i- confecção de materiais informativos e didáticos a serem utilizados nas escolas das regiões atingidas e divulgados nas redes sociais; ii- alimentação do banco de dados do COMTER (UFC) e do DATALURE (UECE) através de entrevistas, vídeos, bibliografias, entre outros materiais referentes aos territórios atingidos pela modernização agrícola; iii- produção de documentários alusivos ao Baixo Jaguaribe. De forma geral, busca-se garantir o direito à memória dos agricultores/as e, portanto, conter a amnésia social produzida sobre o semiárido cearense.

Público-Alvo: Diretamente: Moradores(as) das comunidades impactados pela construção da segunda etapa do PITR: Sítio Junco, Lagoa dos Cavalos, Peixe, Cipó e Fazenda Maria, reassentados e em processo de reassentamento.
Indiretamente: Moradores(as) das comunidades extintas pela construção da primeira etapa do Perímetro Irrigado do Tabuleiro de Russas (PITR): Lagoa Salgada; Massapé de fora; Massapé de dentro; Lagoa da Várzea; Sussuarana; Paraíba; Povoado do Mari; Canafístula de Baixo; Baixio dos Azuis; Sítio Córrego Vinte e Um; Córrego dos Estácios; Germana; Açude dos Venâncios; Córrego Salgado; Tanquinhos; Lagoa da Roça; Umari; Iracema; Capece; Liberdade; Baixio Verde; Lagoinha. OBS: Estes indivíduos foram expulsos dos seus antigos locais de morada.

Estimativa média de Público atendido por mês: 100

Link (site, blog, página no Facebook): www.comter.info

Cursos de Graduação vinculados: História; Medicina; Estatística

Endereço: Comunidades rurais do Tabuleiro de Russas. Não existe endereço cadastrado. Segue coordenadas geográficas:
Córrego Salgado: Lat. 4°56’30.20″S Long. 38° 5’53.73″O

Junco I: Lat. 4°56’29.06″S Long. 38° 7’30.64″O

Barbatão: Lat. 4°55’46.03″S Long. 38° 6’11.54″O

Cipo. Lat. 4°57’48.93″S Long. 38° 9’33.11″O

Bernado Marin: Lat. 4°54’38.01″S Long. 38° 0’7.33″O

Área de produção – RE: Lat. 4°56’23.49″S Long. 38° 6’42.89″O

Bananeiras: Lat. 4°58’20.24″S Long. 38° 8’24.82″O

Córrego Salgado: Lat. 4°56’47.57″S Long. 38° 6’33.57″O

Santa Terezinha: Lat. 4°54’6.00″S Long. 38° 5’2.82″O

Fazenda Maia: Lat. 4°58’32.11″S Long. 38° 9’32.67″O

Rea – Cipó: Lat. 4°57’45.02″S Long. 38° 9’7.66″O

Sussuarana: Lat. 4°55’48.48″S Long. 38° 5’4.20″O

Santa Terezinha: Lat. 38° 4’43.59″O Long. 38° 4’43.59″O

Junco II: Lat. 4°56’35.99″S Long. 38° 7’52.62″O

Sede Bernado Marin: Lat. 4°53’23.63″S Long. 38° 2’38.31″O

Barracão: Lat. 4°51’23.64″S Long. 38° 9’41.91″O

Grossos: Lat. 4°54’25.43″S Long. 38° 7’25.29″O

Sussuarana: Lat. 4°56’7.09″S Long. 38° 4’51.06″O

Peixe II: Lat. Lat. 4°55’5.24″S Long. 38° 5’6.50″O

Junco – Expropriado: Lat. 4°56’46.98″S Long. 38° 7’39.29″O, Russas/CE

Representante: Mário Martins Viana Júnior [mariomartins@ufc.br]

Essa ação atua em mais de um local?: Não

Bolsistas de outras ações extensionistas poderiam visitar essa ação?: Sim

Acessar Ir para o topo